21 de outubro: Dia Mundial da Iluminação

Há exatos 140 anos uma lâmpada brilhou continuamente por 48h seguidas em frente ao laboratório do inventor americano Thomas Edison, em Menlo Park, Nova Jersey. Essa demonstração marcou o início da iluminação comercial, e o dia 21 de outubro passou a ser conhecido como o Dia Mundial da Iluminação.


Até esse dia a iluminação era feita com velas, luminárias a querosene e óleo de baleia. Milhões de pessoas sofriam com uma iluminação ineficiente, que escurecia paredes e móveis, além de trazer risco para a saúde com a liberação de gases nocivos e perigo constante de explosões. Mas no dia 21 de outubro tudo mudou.


Thomas Edison não foi o idealizador da lâmpada incandescente, que já tinha um projeto patenteado na Inglaterra em 1841, por Frederick Moleyns, mas o americano foi o primeiro a criar uma lâmpada comercializável, que pudesse se manter acesa por mais do que alguns minutos e energizada por um sistema elétrico de gerador.


Thomas Edison e sua lâmpada incandescente

Desde este dia histórico a iluminação não parou de evoluir, vários tipos de lâmpadas foram criados na busca de uma maior eficiência. Em 1938 a lâmpada fluorescente surgiu, em 1958 as lâmpadas halógenas e em 1962 foi inventada as lâmpadas de LED, embora nessa época elas fossem utilizadas apenas em aparelhos elétricos na função "liga/desliga". O LED como conhecemos passou a ser utilizado apenas na década de 90.


A tecnologia de iluminação evoluiu muito em 140 anos, e provavelmente atingiu patamares que o próprio Thomas Edison nunca imaginou. Não podemos saber onde a tecnologia irá nos levar, mas somos gratos por pessoas como o americano que aceitaram o desafio de pensar diferente e, com isso, revolucionaram o mundo. É celebrando atitudes como essa que comemoramos o dia 21 de outubro como o Dia Mundial de Iluminação.

151 visualizações

R. Eng. Júlio César de Souza Araújo, 220

Cidade Industrial | Curitiba - PR | 81290-270

contato@mantraco.com.br

+55 41 3026 8081